Como melhorar a atenção da criança nos estudos?

“Presta atenção, meu filho”.
“Florzinha, preste atenção…”


Essas parecem ser frases comuns em seu dia a dia?

Antes de tudo é importante dizer que isso não é necessariamente um sinal de alarme. Até certo ponto é muito natural que pais e professores repitam bastante frases assim por um fato simples: a criança pequena ainda não possui a maturidade necessária para dar prioridade ao que precisa. É normal, portanto, que aqueles que a ensinam precisem mostrar e treinar sua atenção para direcionar-se ao que é importante.

O problema começa, porém, quando percebemos que o ensino não está sendo suficiente e a criança ou adolescente começam a ter prejuízo em seus estudos ou outras atividades importantes por não conseguirem concentrar-se.

Como no Educar com Sapiência nosso trabalho é ajudar os pais e professores a focar nas principais habilidades e características que a criança precisa desenvolver para a vida, neste artigo conversaremos sobre essa que é uma das mais importantes habilidades: a atenção.

O QUE É ATENÇÃO?

Imagine que enquanto você lê este texto um inseto passa voando atrás de sua cabeça fazendo um zumbido. Possivelmente você imediatamente se voltará para trás para verificar se trata-se de uma abelha ou algo que ofereça perigo. Quando isso acontece, sua atenção sai do texto e volta-se para o que está acontecendo.

Você volta a ler, mas enquanto seus olhos percorrem as palavras, seu pensamento traz lembranças de um problema pessoal que está tentando resolver. Você diz: “Preciso voltar no parágrafo anterior, porque não estava prestando atenção“.

Em suma, podemos dizer que atenção é a habilidade de escolher para onde nos direcionamos de modo “desperto”. Não se trata apenas de direcionar seus olhos, mas de estar plenamente consciente do que está vendo, ouvindo ou sentindo.

E A CONCENTRAÇÃO?

Existem vários aspectos interessantes a se compreender sobre os diversos tipos de atenção. Não falaremos sobre todos aqui agora (se tiver interesse em aprender mais sobre esse assunto veja no final do artigo as informações sobre a Academia), mas conversaremos sobre um tipo importante conhecido como atenção sustentada.

Essa, nada mais é do que a habilidade de conseguir manter sua atenção focada em algo por um período necessário de tempo – o que alguns entendem como a concentração.

Muitas pessoas reclamam da dificuldade de concentrar-se, mas poucas se dão conta de que atenção é uma habilidade que pode e precisa ser aprendida.

Creio não ser necessário falar aqui sobre a importância dessa habilidade e por que a consideramos como essencial, uma vez que todos percebem em seu próprio dia a dia a grande necessidade – e a falta que sentimos da capacidade de nos concentrar em algo.

COMO AJUDAR A MELHORAR SUA ATENÇÃO SUSTENTADA?

PRIMEIRO PASSO: VERIFICANDO AS CAUSAS

Antes de desesperar-se pensando que a criança tem um problema grave, é importante saber que existem vários fatores que podem interferir diretamente na capacidade de manter a atenção. Entre eles podemos incluir: formação leitora (a criança não desenvolveu ainda a fluência leitora e por isso não entende o que lê), questões fisiológicas (sono, fome, desidratação e falta de alguns nutrientes importantes são fatores que prejudicam muito a capacidade de atenção do cérebro), questões emocionais (pessoas ansiosas podem não conseguir concentrar-se em nada enquanto lidam com algum problema).

Além disso, é importante considerar o que SEMPRE ressaltamos aqui: questões de caráter. Muitas vezes a atenção demanda esforço. Se uma criança – ou mesmo uma pessoa adulta – foi treinada a não precisar esforçar-se muito, certamente encontrará grandes dificuldades em manter sua atenção em algo que demande trabalho.

SEGUNDO PASSO: TRABALHAR A ATENÇÃO DIARIAMENTE

Quando a criança demonstra dificuldades com atenção e concentração nos estudos, é importante que essa habilidade seja trabalhada em outros momentos.

Será quase infrutífero deixar para lidar com isso somente na hora que é mais difícil – além de gerar um grande estresse e uma associação do momento do estudo com algo sempre ruim e tenso.

Algumas atividades diárias que vão treinando essa habilidade e podem ser incluídas na rotina sem grandes dificuldades são:

Estratégia 1 – Leitura em voz alta

Ao ler para a criança em voz alta nós assumimos uma parte do trabalho para ajudá-la a manter sua atenção. Por isso, quando lemos em voz alta uma história, nós trabalhamos com vozes, caretas e gestos. Porque tudo isso torna a história mais viva e permite que a criança preste atenção no que está ouvindo e imaginando. (Na Academia temos um curso especial para quem quer aprimorar sua leitura em voz alta e tornar esse momento rico e atrativo para as crianças).

Com o tempo, ela será capaz de prestar atenção por períodos cada vez mais longos e dependendo cada vez menos no apoio que oferecemos por meio da leitura.

Para começar então o projeto o primeiro passo é escolher uma boa história. O ideal é que não seja uma história muito infantilizada nem com muitas imagens, porque nesse caso estaremos diminuindo muito o trabalho de atenção e não será uma boa atividade para desenvolver essa habilidade.

Importante: nos projetos que fazemos, como o Programa Valores e Virtudes e o Clube Volta ao Mundo em Família, nosso primeiro passo sempre é trabalhar a escolha das histórias. Não só para que sejam boas histórias que trabalham o caráter, como é nosso foco aqui, mas também porque histórias ricas ajudam a envolver a criança na imaginação com seus detalhes.

Estratégia 2 – Atividades diárias de atenção total

O contexto atual tem prejudicado muito o desenvolvimento das crianças em áreas importantes, incluindo a capacidade de atenção.

Como estão cercadas por muitos estímulos e informações, suas mentes estão sendo treinadas a saltar a atenção de um ponto a outro sem deter-se em nada por mais que alguns segundos.

Aliás, isso tem acontecido com muitos adultos também, que se sentem perdendo sua capacidade de atenção.

Para treinar isso, inclua no dia a dia das crianças atividades em que elas se dedicarão a fazer algo com sua atenção voltada só para isso. Por exemplo, desligue televisão, vídeos e outras mídias no momento das refeições (e, de preferência, em outros momentos também para diminuir a quantidade de estímulos); faça uma caminhada pelo bairro com o objetivo de observar as diferentes cores e mudanças na paisagem; ou peça que descrevam todos os detalhes possíveis em uma pintura clássica.

O importante é: comece a observar as mudanças que precisam ser feitas na rotina e no ambiente para que a criança passe a viver em um ritmo mais tranquilizador e que favoreça a sua atenção.

QUANTO TEMPO ISSO LEVA?

Muitas vezes nós queremos resultados rápidos para o que estamos tentando desenvolver com as crianças. Mas lembre-se: algumas crianças já estão há anos sendo treinadas a viver de forma agitada, imersas em contextos cheios de estímulos e e informações. Não será em um mês que esses efeitos serão revertidos.

Mas com paciência e constância certamente você colherá os frutos.

(Quer montar um programa para trabalhar com suas crianças essa habilidade? No dia 21/04 teremos o Workshop “Como ensinar uma criança a se concentrar?“. Nessa aula prática trabalharemos mais detalhadamente alguns exercícios e atividades tanto para crianças ainda não alfabetizadas como para aquelas que já são leitoras fluentes, com foco em um programa para treinar a habilidade de atenção sustentada).

Uma resposta para “Como melhorar a atenção da criança nos estudos?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: